Radiestesia

Radiestesia é a sensibilidade especial de captar certas radiações (todas as radiações). Podemos dizer, também, que é uma faculdade do homem que, acrescida de técnicas e disciplinas aplicadas através de todos os tempos tem alcançado um grau de desenvolvimento que permite realizar qualquer tipo de investigação, seja qual for sua natureza.

Todos os corpos existentes na Natureza desprendem emanações que são os seus corpúsculos imponderáveis. Essas emanações fluídicas e infinitesimais, com certeza, passam despercebidas as pessoas, pois, não existe um dispositivo especial, ou mesmo um órgão para captá-las na forma de ondas eletromagnéticas, como mais propriamente elas se desprendem de todos os materiais e seres vivos. O radiestesista é um captador destas ondas eletromagnéticas emitidas pelos objetos e seres vivos, servindo-se da varinha ou da forquilha. Pelas oscilações positivas ou negativas dos pêndulos feitos de madeira, metal, cristal, etc., ele intercepta as ondas eletromagnéticas emitidas dos alimentos, minérios, objetos, medicamentos, lençóis de água do sub-solo, animais e homens; enfim, de todas as substâncias que podem lhe servir de elementos para obter surpreendentes diagnósticos.

Quando o radiestesista está preparado, seja com sua varinha, seu dual road, seu aurimetro ou seu pêndulo, passa a ser semelhante a um aparelho receptor de radio, em que seu braço funciona como antena. Estes aparelhos sao detectores que transmitem e ampliam os movimentos espontâneos produzidos pelas emanaçoes, ondas radiantes ou magnéticas que exumam dos corpos (latim: exumar = humus – terra = tirar da terra).

Através da conformidade de suas oscilações, seja no sentido positivo ou no negativo, ou então a mobilidade dos pêndulos que se movem pelo magnetismo, o radiestesista comprova e assinala as condições favoráveis ou dos objetos ou das pessoas que examina.

Radiestesia é, portanto, a arte de captar radiações.

A vara foi precursora do pêndulo usado hoje na radiestesia e encontrava-se na maioria dos povos da antiguidade, como um símbolo de força, poder ou sabedoria.

Radiestesia é um método simples e admirável de decodificar as respostas solicitadas ao Inconsciente que, sob o comando da vontade, manifesta-se através dos movimentos do pêndulo e dos demais aparelhos radiestésicos.

Esta prática, seja do uso do pêndulo, seja do uso da varinha, é milenar e remonta a velha China, aos hebreus e aos egípcios, como já citado.

Temos conhecimento que esta arte, por assim dizer, foi praticada por pessoas de senso comum, que aceitavam suas respostas como se fora um oráculo, comprovavam os seus efeitos, todavia não questionavam a essência dos fenômenos.

Estes fenômenos eram tidos como sobrenaturais, uma vez que ainda não se conhecia a parapsicologia, que hoje explica os muitos fenômenos que conhecemos.

Salienta a história, que muitos pesquisadores do passado procuravam uma hipótese ou mesmo uma teoria adequada aos fenômenos ditos radiestésicos, sem contudo chegar a um esclarecimento cientifico, que é fruto deste nosso século. A mente humana é estudada sob diversos ângulos e então descobre-se um imenso oceano ainda inexplorado: o Inconsciente, fonte de todas as manifestações, até então inexplicáveis.

Assim, a Radiestesia encontra justificativa na própria natureza do homem que, sendo um todo matéria-espírito, se expressa e percebe a si mesmo e ao mundo externo, a partir de dados físicos. Essa expressão e percepção utilizam, como meio, radiações por demais sutis, que são captadas apenas em nível do inconsciente, onde ficam armazenadas as mínimas e todas as informações que recebemos.

Hoje sabemos que esse imenso transceptor que é a mente humana, está imerso num grande mar de radiações, posto que todo corpo emite energia e todo o pensamento também se expressa em forma de energia e, isto nos faz desejar saber e utilizar com grande porcentagem as informações registradas no inconsciente. Todavia, é aparentemente muito difícil trazer essas informações registradas, no momento necessário, pois, ela surge às vezes, apenas em momentos furtivos e mesmo inesperada.

A radiestesia é uma porta segura para a quarta dimensão e um horizonte novo aberto, onde podemos obter informações que emergem do espaço e do tempo. A genialidade do inconsciente se revela altamente eficiente, na solução de problemas de toda espécie.

Mas isso deve ser conquistado. Resulta da exploração e treinamento de si mesmo. Requer orientação especializada.

 

Fonte: Usui Shiki Ryoho – Sistema Usui de Cura Natural – Swami Paatra Shankara

 

O que achou deste artigo? Deixe a sua opinião aqui.